Condromalácea Patelar

As doenças da patela sempre chamaram muito a atenção dos pesquisadores e ,desde o começo do século passado, estudos já mostravam que fissuras na cartilagem da patela geravam dores na região anterior do joelho . E o termo condromalácia foi usado então para designar a degeneração da cartilagem articular da patela. Em 1961 , Outerbridge estabeleceu uma gradução deste desgaste:

– grau I : amolecimento e edema da cartilagem ,ainda intacta

– grau II : fissuras aparecem na superfície articular ;

– grau III : a cartilagem tem rachaduras até o nível do osso subcondral ;

– grau IV : grandes erosões aparecem e o osso fica visível .

Os diversos graus da condromalácea

A condromalácia é extremamente comum e é difícil realizar uma artroscopia de joelho e não observarmos algum grau desta lesão. As causas são várias : degeneração da própria idade , mal alinhamento patelar  , trauma direto , formato da patela,etc .

As queixas do paciente não são diretamente relacionadas ao grau da condromalácea . Assim , é possível e frequente encontrarmos pacientes com muita dor na região anterior do joelho e praticamente sem alterações anatômicas da cartilagem (grau I ) . E o oposto também acontece : pacientes com lesões de grau III ou IV podem ter dores de leve intensidade .

As principais queixas são: dor anterior no joelho , dor ao subir e descer escadas, ao levantar-se de uma cadeira, ao correr . Dores atrás ou ao redor da rótula principalmente se joelho é forçado quando flexionado – como ao subir escadas ou agachar-se. Uma queixa frequente é a presença de um desconforto que o paciente relata quando fica muito tempo sentado ( pacientes ficam sem posição para assistir a um filme no cinema , por exemplo ) . A presença de estalos é comum ( é o famoso “crec-crec” ) . Às vezes o inchaço pode aparecer.

Algumas recomendações podem ser feitas após uma análise do seu médico :

-Usar calçados com bom amortecimento , especialmente durante os exercícios;

-Cuidados com exercícios de sobrecarga : agachamento , leg-press , step e sppining !Se os fizer , faça com orientação de um profissional , com bom senso e evite excessos !;

-Controlar o sobrepeso ;

-Fortalecimento dos músculos dos membros inferiores e também da musculatura do abdomen, glúteos e lombar , conhecida por CORE

O fortalecimento da musculatura do tronco , incluindo abdominais , glúteos e lombares é fundamental para melhorar as dores da condromalãcea patelar

-Alongar quadríceps, banda iliotibial (lateral), posterior da coxa, tendões e panturrilha regularmente. Não esquecer de alongar bem antes e depois dos exercícios;

-Evitar subir e descer escadas em excesso ;

-Exercícios isométricos , quando se levanta a perna com o joelho esticado , são indicados.

-Viscossuplementação : a aplicação intra-articular de ácido hialurônico costuma dar bons resultados em alguns casos selecionados . Veja mais sobre isso no meu site : viscossuplementacaojoelho.com.br

Patela vista pela artroscopia , com a cartilgem franjeada