Os meniscos sāo estruturas fibrocartilaginosas presentes nos joelhos, entre o fêmur e a tíbia . São em número de dois : o medial ,que fica na parte interna do joelho ,e o lateral, que fica na parte externa . São extremamente importantes , principalmente em relação a absorção  de carga . Costumo compará-los a amortecedores ou pequenas almofadas. Além da função de distribiução de carga na superfície articular , ajudam também na estabilização do joelho e na nutrição da cartilagem articular.

Como visto abaixo, os meniscos diferem na forma e na mobilidade. O menisco medial é maior e menos móvel que o lateral. Podemos também dividi-los em três porções : corno anterior , corpo e corno posterior.

menisco-desenho

Os meniscos podem sofrer alterações por um trauma ( um entorse durante a prática do futebol , uma queda da escada ) ou por um processo degenerativo natural com a idade (imagine uma borracha que vai ficando mais dura e quebradiça)   . A obesidade , por aumentar a pressão sobre os meniscos, é um fator muito importante no aparecimento de lesões meniscais , principalmente as degenerativas. Aqueles joelhos que possuem alguma  instabilidade ( um joelho com lesão do ligamento cruzado que não foi corrigida ) também estão mais propensos a desenvolver uma lesão meniscal.

tipos-de-lesao-dos-meniscos

As queixas de uma lesão meniscal incluem : dor , inchaço do joelho, instabilidade ( sensação de falseio ) , bloqueio articular ( dificuldade para esticar ou dobrar o joelho) , dificuldade para realizar agachamento.

O diagnóstico é realizado pelo médico baseado na história relatada pelo paciente, pelos exames clínicos que sugerem uma lesão ( Apley , Mcmurray ) e por exames complementares ,  sendo o mais elucidativo a ressonância magnetica.

mcmurrayteste-de-apley

O tratamento deve ser individualizado , levando- se em conta alguns fatores: idade do paciente, intensidade das queixas , atividades físicas que a pessoa realiza, presença de lesões associadas . As opções possíveis de tratamento são : medicamentos, fisioterapia,  repouso , diminuiçao das atividades físicas , infiltrações e cirurgia . Com a popularização da artroscopia do joelho, a cirurgia para correção meniscal tornou-se bastante frequente e tem tido bons resultados .Na cirurgia podemos realizar basicamente 2 procedimentos :

- meniscectomia , que consiste na retirada da  parte lesada do menisco. Temos que ter sempre a idéia de preservar a maior parte do menisco .

meniscectomia 

-meniscorrafia , que consiste na sutura do menisco, preservando-o .  A possibilidade da sutura depende do tipo de lesão , do seu tamanho, da sua localização , entre outros fatores. Podemos utilizar fios de sutura , dardos meniscais e outros tipos de dispositivos.

sutura-meniscal

Finalmente poderia citar sobre uma técnica existente, que é o transplante de menisco . Apesar de interessante para aqueles pacientes que já retiraram um menisco praticamente por inteiro , trata-se de um procedimento de difícil realização e que depende ainda de estudos para tornar-se aplicável no dia-a-dia da cirurgia do joelho.